Agosto tem 87% a mais de casos de dengue e zika no estado do Rio

02/09/2015 09:01

Aumento é relativo ao mesmo mês do ano passado.
Tempo quente e chuvas são propícios para proliferação do Aedes aegypti.

Do G1 Rio

O número de casos de dengue e zika vírus foi 87% maior em agosto de 2015 do que no mesmo mês do ano passado. E, como mostrou o Bom Dia Rio desta terça-feira (1), as autoridades estão se preparando para um mês de setembro com ainda mais casos. A variação climática pode antecipar a tendência de circulação das doenças mesmo fora de época.

Aedes aegypti, que transmite dengue e chikungunya, também pode transmitir o zika vírus (Foto: CDC-GATHANY/PHANIE/AFP)Aedes aegypti, que transmite dengue e chikungunya, também pode transmitir o zika vírus (Foto: CDC-GATHANY/PHANIE/AFP)

A possibilidade de um "veranico" em setembro, com tempo quente associado a pancadas de chuva ocasionais, tem deixado a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde atenta para uma provável elevação no número de casos de dengue e zika vírus, principalmente nas regiões Norte, Noroeste e Baixada Litorânea fluminense.

"Apesar de setembro ser um mês que historicamente registra uma queda no surgimento de novos casos, com a elevação de temperatura e a ocorrência de chuvas, é possível um eventual aumento do número de casos das doenças. Por isso, a população precisa continuar tomando os cuidados necessários para eliminar os focos de água parada dentro de casa e evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com a Superintendência de Vigilância Epidemiológica, até o dia 15 de agosto desse ano, foram notificados 51.215 casos suspeitos de dengue no estado do Rio de Janeiro, com 13 óbitos: Miracema (1), Campos dos Goytacazes (1), Barra Mansa (1), Piraí (1), Paraty (1), Volta Redonda (1), Quatis (1) e Resende (6). No momento, nenhum município registra epidemia da doença.

Manifeste sua opinião

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário