Brasileirão de futebol feminino começou nesta quarta-feira

11/09/2014 17:41

Fernando Guedes, de São Paulo
Ascom - Ministério do Esporte

Com 20 clubes de 10 estados, começa nesta quarta-feira (10.09) o Brasileirão Feminino Caixa 2014. São Paulo, com quatro equipes - Centro Olímpico, Ferroviária, Portuguesa e São José -, é o estado com maior número de paricipantes, seguido por Santa Catarina, Rio e Pernambuco, com três representantes cada um. Times de Bahia, Paraná, Pará, Amazonas, Maranhão e Ceará também participam.

O lançamento do campeonato aconteceu na manhã desta segunda-feira (08.09), em São Paulo. Presente ao evento, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, endossou o pedido do técnico da Seleção Brasileira, Oswaldo Alvarez, o Vadão, por mais empenho dos clubes e dos governos para a organização de competições de futebol feminino.

"Temos um técnico consagrado cuidando da Seleção e que, com toda razão, pede que se jogue mais futebol feminino no Brasil. É assim que vamos desenvolver o talento das nossas jogadoras. Com investimentos nas equipes de base,  competições organizadas e preparação para o profissionalismo", disse o ministro, garantindo que o governo seguirá dando apoio.

Vadão lembrou a experiência recente da Seleção Brasileira sub 20 para mobilizar clubes, prefeituras e entidades. " As meninas brasileiras sofreram uma derrota de 5 x 1 para as alemãs e foram criticadas injustamente. Os críticos esqueceram que, sem competições, elas tiveram 20 dias apenas de preparação para o Mundial. Então, precisamos jogar mais, participar de mais competições para nos preparar", disse o técnico da Seleção feminina principal.

A ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, que também participou do lançamento do Brasileirão feminino, lembrou a importância do futebol como instrumento de inclusão social para as jovens atletas e reafirmou a disposição do governo de apoiar o esporte feminino.

"Trabalhamos perfeitamente integrados com o Ministério do Esporte para garantir o apoio necessário ao desenvolvimento do futebol feminino", disse a ministra.

Clubes de camisa

A novidade no Campeonato Brasileiro de futebol feminino deste ano é a entrada dos chamados clubes de camisa. O Vasco da Gama, que já disputara o torneio anteriormente, se manteve. Botafogo, Bahia, Nautico, Sport, Avai, Chapecoense e Portuguesa entraram este ano. As equipes foram divididas em quatro grupos. Na primeira fase, classificam-se as duas primeiras de cada grupo.

Na segunda fase, a disputa será entre os primeiros colocados e os segundos, que jogam entre si: primeiro de um grupo contra segundo do outro, até ficarem os dois finalistas.  Em 2013, o campeão foi o Centro Olímpico de Treinamento e Pequisa, de São Paulo. Em segundo lugar ficou o São José Esporte Clube, também de São Paulo. As duas esquipes estão na disputa de novo.

Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário