Carambola ajuda a prevenir o envelhecimento, dizem especialistas

01/08/2014 18:44

Fruta pode ser usada em sucos e até mesmo em pratos salgados.
Restrição ao consumo é feita para pessoas com insuficiência renal.

Do G1 Itapetininga e Região

O consumo de carambola pode trazer benefícios ao organismo já que a fruta contém vitaminas e antioxidantes que previnem o envelhecimento precoce. De acordo com especialistas, a única restrição é para pessoas que têm insuficiência renal. Conforme mostra reportagem exibida nesta terça-feira (29) pela TV TEM, para essas a ingestão pode provocar até mesmo o óbito.

De acordo com a nefrologista de Itapetininga (SP), Christiane Kojima, a carambola tem uma toxina que é extremamente prejudicial a quem sofre de doença renal, por isso, a recomendação é evitar o consumo. “O organismo do paciente com insuficiência renal não consegue excretar essa neurotoxina, uma toxina que foi descoberta pela Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto (SP) e batizada de carambotoxina. Essa substância leva a um quadro de neurotoxidade, ou seja, soluço, confusão mental, agitação psicomotora, coma e até mesmo óbito”, diz.

Já para quem não tem restrição, como a advogada Maria Alice Mesquita, de Itapetininga, a fruta não falta no carrinho de compras. A advogada diz que faz questão de compra carambola para fazer suco. “Além de conter muitas vitaminas, o suco dela é muito gostoso.”

carambola

A carambola tem sabor doce e azedo ao mesmo tempo, polpa crocante e suculenta. A fruta exótica é nativa da Malásia. Com poucas calorias - 100 gramas de carambola tem 31 calorias – a fruta tem conquistado cada vez mais apreciadores. Além disso, segundo a nutricionista Mauren Roisa, a fruta tem muitos nutrientes como as vitaminas A, B e C, além de ser um poderoso antioxidante natural. “As vitaminas previnem contra o envelhecimento e combate os radicais livres. Então, a carambola é importante para a pele e para a cicatrização. De uma forma geral, é uma fruta com nutrientes abrangentes porque beneficia o sistema imunológico, combate os radicais livres e o envelhecimento precoce”, diz.

Além de comer a fruta, a carambola pode ser utilizada também para fazer sucos e até mesmo pratos salgados como um que leva peixe com compota agridoce de carambola. A dica é do cozinheiro e dono de restaurante Reinaldo Moises Nalesso. Segundo ele, o prato é fácil de fazer.

O primeiro passo é temperar o peixe à gosto e colocar para assar. Em uma vasilha separada e que possa ir ao forno coloque carambolas em fatias. Espalhe sobre as rodelas porções de gengibre ralado, ervas finas, alho e sal a gosto, suco de laranja, vinho branco e vinagre balsâmico para finalizar. Tudo isso vai ao forno. Depois de assados, é só montar o prato e servir, por exemplo, com salada e arroz. “Se a pessoa quiser acrescentar mais alguma coisa ela fica à vontade e pode incrementar. A preocupação deve ser em não deixar o prato muito forte porque já tem gengibre, então, deve-se evitar acrescentar pimenta ou cravo porque vai ficar muito agressivo”,  ressalta.

Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário