Carta Olímpica consagra proibição de discriminação com base na orientação sexual

08/12/2014 18:55

O Comitê Olímpico Internacional (COI) tem incluído a proibição de discriminação com base na orientação sexual na lista dos princípios fundamentais da Carta Olímpica.

Voz da Rússia

Esta decisão foi anunciada esta segunda-feira, 8 de dezembro, pela 127ª sessão (extraordinária) do COI em Mônaco.

Os princípios básicos consagrados na Carta Olímpica são os seguintes: a filosofia de combinação do esporte com outras atividades humanas, o desenvolvimento harmonioso e o respeito pela dignidade do ser humano, a universalidade do movimento olímpico do nosso tempo, o livre exercício do direito humano de praticar esportes e a não-discriminação de atletas em razão da raça, do sexo e origem étnica.

A Carta Olímpica é um documento que define os objetivos e princípios básicos da atividade do COI.

Manifeste sua opinião

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário