Escola pública com propostas inovadoras é apresentada em Charitas

25/09/2014 09:29

Colégio Estadual Matemático Joaquim Gomes de Sousa, será focado em Ciências Exatas, com ensino integral, além de proficiência em idiomas

Pedro Conforte | O Fluminense

Foi realizada na tarde de ontem a cerimônia de apresentação do Colégio Estadual Matemático Joaquim Gomes de Sousa - Intercultural Brasil-China, localizado em Charitas, Niterói. A unidade é a primeira escola pública com foco em Ciências Exatas e o 27º colégio do Programa Dupla Escola, que une o ensino integral e integrado. Ao final do curso, o aluno terá desenvolvido habilidades na área de Exatas e proficiência em dois idiomas estrangeiros, inglês e chinês (mandarim), além de oportunidades de intercâmbio na Universidade de Hebei ao final do curso.

O projeto só foi concluído por conta da parceria entre a Secretaria de Estado de Educação com a Universidade de Hebei, da China. Ao todo, são nove salas de aula, dois laboratórios de idiomas, dois laboratórios de ‘games online’ (parceria com a Firjan), laboratório de informática, auditório, biblioteca, sala de música, sala de ginástica, três áreas de convivência, piscina interna, cozinha com refeitório e recepção. A unidade funcionará no prédio da Casa da Princesa, patrimônio histórico da cidade, construído no ano de 1849, que foi restaurado para receber o colégio.

Para o secretário de Estado de Educação, Wilson Risolia, a nova escola é uma oportunidade única e um avanço na maneira de educar.

“Nós queremos que um jovem de baixa renda, que não teve oportunidade, tenha chances com uma escola com essa. Tenho muita gratidão com o governo chinês por estar conosco em um projeto como esse. É a união de duas grandes potências mundiais”, declarou o secretário, que completou ainda mais sobre a parceria com o país oriental: “A parceria vai muito além da sala de aula. Pode parecer uma coisa simples, apenas uma escola, mas daqui que vão sair os futuros cidadãos”, contou Risolia.

Representando o governo chinês esteve o cônsul-geral da China no Rio de Janeiro, Song Yang, que disse estar muito feliz de poder participar da inauguração da escola, depois de tanto trabalho e esforço para que ela fosse concluída.

“Um provérbio chinês diz que demora 10 anos para criar aves, mas 100 anos para desenvolver pessoas. Os benefícios dessa escola não estão apenas no presente, mas a um longo prazo. Ela é um símbolo da amizade entre o Brasil e a China”, afirmou Song Yang.

A diretora-geral do CE Matemático Joaquim Gomes de Sousa, Janete Fortes, comentou sobre o desafio de estar à frente de um colégio com propostas inovadoras.

“Estamos assumindo o desafio de inovar o ensino da Matemática. Que nossos alunos consigam trilhar um caminho de sucesso”, sorriu

Aulas – As aulas terão início em fevereiro de 2015, com vagas iniciais para 72 estudantes, tendo pretensão de chegar a 216 alunos até 2018. As provas para estudar na unidade acontecerão no dia 19 de outubro, sendo que mais de 600 estudantes já se inscreveram. Deste total, 35,64% são oriundos da rede particular. A avaliação será composta por redação, prova de Matemática e Língua Portuguesa. Das 72 vagas oferecidas, 90% serão para alunos da rede pública, 5% para portadores de necessidades especiais e 5% para estudantes da rede privada.

Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário