História do Largo da Batalha

01/08/2014 13:47

Largo da Batalha é um bairro da cidade de Niterói pertencente à Região Administrativa de Pendotiba.

O Largo da Batalha, porta de entrada da Região de Pendotiba, limita-se com Ititioca, Badu, Cantagalo, Maceió, Cachoeiras, Sapê e Viradouro. O nome do bairro, segundo depoimentos, sugere embates ocorridos no local em virtude de sua posição estratégica. Tal suposição deve-se ao fato de ter sido encontrado em local próximo (vacaria/badu) um canhão que, posteriormemte (anos 40) foi retirado pelo Exército Brasileiro. Diz outra lenda que a localidade era o ponto preferido do índio Araribóia para se refugiar dos embates com os franceses, invasores da Baía de Guanabara. Uma terceira versão atribui o nome do bairro a grandes " batalhas " de folia, resultantes do encontro de diversos blocos carnavalescos. O Largo da Batalha sedia atualmente três escolas de samba, fato que reforça essa hipótese.

Por sua posição geográfica, entroncamento natural de vários caminhos, O Largo da Batalha era passagem obrigatória para o escoamento da produção agrícola das fazendas do Engenho do Mato, de Piratininga e outras, passando pela antiga estrada da Garganta até chegar ao Centro - onde finalmente era distribuída.

Atualmente, a população concentra-se nas localidades de Igrejinha, parte do Morro do Atalaia, Morro do Caranguejo, parte do Monan Grande, na Pedra Branca e no Castelinho, que reunidas formam o Largo da Batalha. Nestas áreas, as residências apresentam padrão construtivo oscilando entre baixo e precário (PMN/SUMA) e que, muitas vezes, se apresentam numa disposição de aglomeração, o que traduz o nível sócio-econômico dos moradores do bairro. Entretanto, coexistem alguns condomínios de classe média e várias casas de alto padrão construtivo.