Izabela é campeã mundial no lançamento do disco com 'série dos sonhos' em Eugene (EUA)

27/07/2014 20:37

Brasileira vence o lançamento do disco com a marca de 58,03 m, que lhe garante também a liderança do ranking mundial e novo recorde nacional

Amanda Romanelli | O Estado de SP

Izabela Rodrigues foi para a final do lançamento do disco no Mundial Júnior de Eugene com a melhor marca, atendendo à sua expectativa e a de seu técnico, João Paulo Alves da Cunha. Mas a brasileira teve um desempenho quase perfeito na disputa por medalhas e, no início da madrugada deste sábado, garantiu o primeiro ouro do Brasil na competição até 19 anos. A cerimônia do pódio será neste sábado, às 18h50 (horário de Brasília) – o SporTV3 transmite o torneio.

A paulista de Adamantina, que completará 19 anos em uma semana, tinha como meta alcançar uma marca entre 56 e 57 metros na competição. Na qualificação, disputada na sexta-feira, ficou pertinho do objetivo: 55,96 m, o que lhe garantiu a renovação do recorde brasileiro. Mas, na final, Izabela destruiu a marca: das suas seis tentativas, validou cinco. A melhor delas foi a segunda, 58,03 m, marca do ouro e da liderança do ranking mundial da prova. Em seguida, ela ainda lançou a 57,39 m e 57,12 m.

“Estou treinando muito e o objetivo era lançar na casa dos 57 metros e marca conseguida também me surpreender na hora. Como saiu fácil, achei que ia melhorar ainda mais”, disse Izabela, que ficou tensa nas últimas duas tentativas e mal conseguiu comemorar o ouro. Recebeu do técnico a bandeira brasileira e, a pedido dele, deu a volta olímpica no histórico Estádio Hayward Field, da Universidade do Oregon. “Estava cansada, mas fui”. Com o resultado, Izabela supera sua ídolo, Sandra Perkovic, atual campeã olímpica e mundial da prova: quando disputou o Mundial Júnior, em 2008, a croata ficou com o bronze.

O Brasil tem 11 medalhas conquistadas em Mundiais Júnior. O ouro da brasileira é o terceiro: Thiago Braz, do salto com vara, foi campeão em Barcelona, há dois anos. Clodoaldo Gomes da Silva venceu os 20 km em Lisboa-1994. Em 2010, Geisa Arcanjo havia conquistado o título mundial no arremesso do peso, mas perdeu a medalha por uso de doping. Assim, Izabela é a apenas a terceira mulher campeã mundial de atletismo no Brasil – Bárbara Leôncio foi campeã dos 200 metros no Mundial de Menores, em 2007, e Fabiana Murer venceu o salto com vara no indoor (2010) e outdoor (2011).

Neste sábado, penúltimo dia de competições nos EUA, o Brasil também pode conquistar uma medalha no revezamento 4 x 100 metros feminino. A equipe que tem Tamiris de Liz, Vitoria Cristina Rosa, Mirna Marques e Letícia Cherpe passou à decisão com a terceira melhor marca das eliminatórias – a final será às 21h35.  No salto triplo, Núbia Soares também disputa a final – ela foi quarta colocada no Mundial de Menores, ano passado. Já o fundista Thiago André do Rosário, quarto nos 1.500 m no Oregon, compete a semifinal dos 800 metros.

filtro pessoal mywater

MYWATER :: O PRIMEIRO FILTRO DE ÁGUA PESSOAL DO BRASIL

Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário