Lançado Sistema Integrado de Museus de Niterói

26/05/2014 22:17

Prefeitura de Niterói

A Prefeitura de Niterói, o Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), as secretarias estadual e municipal de Cultura e a Fundação de Artes de Niterói (FAN) lançaram nesta sexta-feira (16/5) o Sistema Integrado de Museus da cidade.

guia dos museus de niterói

Na ocasião, nas presenças do presidente do IBRAM, Ângelo Oswaldo, do subsecretário Estadual de Cultura, Màrio Luiz Cunha, do secretário municipal de Cultura, Arthur Maia, do presidente da Fundação de Arte de Niterói (FAN), André Diniz, entre outras autoridades, o prefeito da ciadde assinou o Termo de Cooperação para a construção de uma reserva técnica compartilhada para o MAC (Museu de Arte Contemporânea), Museu do Ingá, Museu Janete Costa, Museu de Arqueologia de Itaipu e Museu Antonio Parreiras. Foi lançado também um inédito material gráfico unificado dos museus e espaços expositivos da cidade. 

O vereador Leonardo Giordano, presidente da Comissão de Comunicação e Cultura da Câmara de Niterói e autor do indicativo que sugeria a criação do Sistema Municipal de Museus; o presidente da Neltur, Paulo Freitas; e o diretor do MAC, Luiz Guilherme Vergara, completaram a mesa.

Durante a solenidade, o prefeito destacou a importância das parcerias entre as diferentes esferas de poder– municipal, estadual e federal -, e afirmou que Niterói vive uma grande fase na Cultura e que a Reserva Técnica Compartilhada, sem similares no país, vai se tornar realidade no município. 

“Somos a cidade do Meio Ambiente, da Cultura, do Esporte e vamos transformar Niterói na cidade dos museus. Nosso município respira cultura e temos uma grande concentração de museus. Estão aqui o MAC, o Museu Antonio Parreiras, o Museu do Ingá, o Solar do Jambeiro, o Museu de Arqueologia de Itaipu, a Casa de Oliveira Vianna, o Museu Janete Costa de Arte Popular, que reabrimos ano passado, além de vários espaços expositivos e de grande importância, como o Espaço Cultural dos Correios, recém-inaugurado, e o próprio Caminho Niemeyer”, ressaltou Neves. 

De acordo com o prefeito, até 2016 o município terá mais três importantes museus: o da Ciência e Criatividade, no Caminho Niemeyer; o do Samba e Choro, em Jurujuba; e o do Cinema Brasileiro, em São Domingos, que vai contar com seis salas de cinema, um núcleo de produção, entre outras inovações. 

O chefe do executivo falou ainda sobre o “Encontro com a África”, que será realizado em Niterói no próximo ano (2015), que vai reunir centenas de artistas africanos. 

O presidente do IBRAM, Ângelo Oswaldo, falou que Niterói dá exemplo ao lançar um Guia de Museus e o seu Sistema Integrado. “É um privilégio celebrar a Semana Nacional de Museus vendo iniciativas como essas. Estamos inseridos em um mundo que interage e estas ações facilitam a integração entre os museus”, afirmou o presidente do IBRAM, destacando a importância de Niterói ter um prefeito comprometido com a Cultura. 

Ângelo Oswaldo falou ainda sobre a necessidade de a cidade ter uma Reserva Técnica Compartilhada. “Niterói é muito rica em acervos, coleções e museus. A criação de uma Reserva Técnica Compartilhada é totalmente adequada é muito importante”, finalizou. 

Já o presidente da FAN, André Diniz, disse que o lançamento do Guia de Museus de Niterói é o pontapé inicial da política integrada adotada por essa gestão. “O Guia vai ganhar versões em inglês e espanhol antes ainda da Copa”, lembrou. Sobre a Reserva Técnica Compartilhada, o presidente da FAN, ressaltou que é fundamental para a cidade, que conta com diversos acervos, de épocas variadas e que fazem parte da história do país, do Estado do Rio e de Niterói. 

O Sistema Integrado de Museus de Niterói visa aperfeiçoar a sinalização para as unidades, estimular que as agendas dos museus sejam complementares, facilitar o diálogo entre as instituições, promover o compartilhamento dos acervos, mostras conjuntas e atividades, além de melhorar o entorno das unidades. Já o material gráfico lançado corresponde a um mapa/ roteiro onde o visitante encontra informações sobre os principais locais de exposições de Niterói, além do circuito “Caminhos da Boa Viagem”.