Porco é criado como pet no Ceará e conquista seguidores em rede social

18/08/2014 10:37

Dylan foi escolhido para ser primeiro animal de estimação de casal.
Porquinho ganhou nova companheira e perfil em rede social.

Do G1 CE

Vinte quilos distribuídos em 55 centímetros e quase mil seguidores em uma rede social. O porco de estimação Dylan mudou a vida da empresária Agda Oliveira e ganhou muitos admiradores. Ele veio de São Paulo ainda filhote e vive em Fortaleza há um ano. "A gente queria um bicho, mas não queria um bicho comum, como cachorro e gato. O meu marido achou a coisa mais linda o porco e dizem que é um animal que dá sorte. Então, resolvemos procurar onde vendia o porco menor", conta Agda.

Dylan é um minipig, um porco menor que pode ser criado como animal de estimação. Agda lembra que quando ele chegou era bem pequeno e, com o tempo e mimos, foi ganhando cada vez mais "fofura". O porquinho tem vida de "rei", segundo assumem os próprios donos. "Eu crio como se fosse gente mesmo. Não vou mentir", diz a empresária.

Rotina

Como já chegou à fase adulta e ao peso limite, a alimentação precisa ser balanceada. Dylan só come frutas, verduras e milho. Além disso, dorme e descansa em uma cama cercada de edredons e almofadas. Um dos cuidados diários mais importantes e indispensáveis é o momento de passar hidratante e protetor solar.

Há cerca de um mês, Agda precisou fazer uma mudança radical por causa de Dylan. Ela e a família saíram de um apartamento, próximo ao trabalho dela, para morar em uma casa, com mais espaço para o porquinho de estimação. Segundo a dona, Dylan tem costumes de quem mora na fazenda. "Ele acorda às 5h e passa o dia brincando. Adora comer grama, fuçar e tomar banho de chuveiro".

Com tantos momentos de diversão, a empresária resolveu registrar tudo e criar um perfil em uma rede social para o Dylan. Até a última sexta-feira (15),  o "Dylan, the pig", como é conhecido na rede, estava com 948 seguidores. A tendência é que o porquinho ganhe mais admiradores, depois que ele passou a estrelar em fotos da campanha da loja de bolsas de Agda.

Companhia

Para fazer companhia ao porco quando a dona estiver no trabalho, a empresária escolheu a cadelinha Lolita. A convivência deu certo e os dois, segundo a dona, viraram "melhores amigos". Vários momentos de interação entre o porquinho e a cadela também estão na rede social.

Depois da boa experiência com Dylan e Lolita, a empresária conta que já pensa em dar novos "irmãos" para o porco e o cadela. "Agora, a gente está pensando em fazer os humanos. Quero ver o ciúme do Dylan comigo grávida", brinca.

Manifeste sua opinião sobre essa matéria

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário