Arqueólogos descobrem 'Super-henge', a Stonehenge cinco vezes maior

13/09/2015 16:41

Yahoo

Se Stonehenge, o mítico monumento pré-histórico do Reino Unido, já é extremamente misterioso, o que dizer de outro cinco vezes maior do que o original? É essa a dúvida que passa na cabeça de arqueólogos e curiosos após a descoberta do “Super-henge”.

stone henge

O novo monumento, encontrado por um grupo de arqueólogos britânicos da Universidade de Bradford, também fica no Reino Unido e é estruturado totalmente em cima da organização de pedras. Estas, porém, são bem maiores que as originais. No total, são 90 delas, sendo algumas de até cinco metros de altura.

“Não acredito que haja nada comparável a isso [Super-henge] em qualquer outro lugar do mundo. É extraordinário e também é completamente novo. Acreditamos que era um espaço para rituais, montado para impressionar forasteiros ao mesmo tempo em que transmitia a ideia de autoridade a vivos e mortos”, explica o arqueólogo Vince Gaffney, um dos coordenadores da pesquisa.

Os detalhes sobre a nova descoberta aumentam ainda mais o mistério em torno dela. São 1,5 quilômetro de circunferência e 500 metros de diâmetros, o que faz de Super-henge cinco vezes maior que sua “irmã famosa”. Além disso, Stonehenge data de 3500 anos atrás, enquanto a nova descoberta remete a cerca de 4500 anos.

Os cientistas, agora, buscam mais vestígios sobre a nova descoberta para saber se o novo e velho monumento possuem ligações mais fortes. Apesar de serem parecidas, as formações podem não ter sido feitas pelo mesmo povo. A prova de ligação direta entre ambas só seria possível com anos de estudo — que começarão imediatamente, inclusive.

Super-henge está enterrada um metro para baixo da superfície e só foi descoberta graças ao uso de tecnologia avançada. Radares de última geração rastrearam o local e conseguiram levar os especialistas até o lugar certo onde está o monumento. A descoberta faz parte de um projeto de compreensão sobre o local, que é cercado de mistérios desde sua divulgação para o mundo moderno.

Por conta das complexas técnicas que devem ser utilizadas no local, visando sempre a preservação, especialistas só puderam “ver” Super-henge em uma simulação feita com os dados do radar. Há a possibilidade de o local não ser escavado por ser extremamente próximo de Stonehenge, patrimônio tombado pela Unesco.

Manifeste sua opinião

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário