Cilindro de GNV explodiu em posto de gasolina na Zona Norte do Rio de Janeiro

16/11/2014 15:08

Duas crianças da mesma família morreram; três ficaram feridos.

Cristina Boeckel | G1 Rio

Os corpos das duas crianças mortas na explosão em um posto de gasolina em Colégio, na Zona Norte do Rio, foram liberados do Instituto Médico Legal (IML), no Centro, por volta de 12h30 deste domingo (16), após a necropsia.

Cilindro de GNV explodiu quando carro abastecia em posto, segundo os bombeiros (Foto: Reprodução/Gnews)Cilindro de GNV explodiu quando carro abastecia em posto, segundo os bombeiros (Foto: Reprodução/Gnews)

Gustavo, de 9 anos, e Mateus, de 8, eram primos e, segundo um parente dos meninos, que preferiu não se identificar, a família voltava de uma festa quando aconteceu o acidente. "A minha família está acabada", disse ele, muito abalado.

No carro que explodiu, estavam ainda as duas mulheres feridas no acidente – que também são da mesma família. Edneia Oliveira, de 47 anos, e Letícia Oliveira, de 19, – mãe e filha – foram socorridas no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, e receberam alta na manhã deste domingo, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.  O motorista do carro, que é pai de um dos meninos, sofreu ferimentos leves e foi atendido no local.

O posto de gasolina fica na Avenida Pastor Martin Luther King Junior. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um cilindro de GNV explodiu quando um veículo abastecia no local.

Até as 12h50, não havia informação sobre o enterro das crianças.

A polícia informou, neste domingo (16), que foi realizada perícia no posto de gasolina e um inquérito instaurado na 40ª DP (Honório Gurgel) vai apurar as causas do acidente.

Manifeste sua opinião

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário