Iraniano é o primeiro homem a atravessar o oceano pedalando

15/06/2015 11:12

CicloVivo

O iraniano Ebrahim Hemmatnia atravessou o Oceano Atlântico em um barco-bicicleta. A viagem, que levou 68 dias, começou em Senegal e acabou na costa brasileira, em Fortaleza, Ceará. Depois de cumprir com sucesso o trecho marítimo, o viajante ainda percorreu o litoral brasileiro pelas estradas até chegar a São Paulo, na última semana.

A viagem, que levou 68 dias, começou em Senegal e acabou na costa brasileira, em Fortaleza, Ceará.

A história foi contada pela jornalista Renata Falzoni, no site Bike é Legal. Durante a entrevista, Hemmatnia contou mais alguns detalhes da aventura e explicou o que o motivou a ser o primeiro homem a atravessar o oceano em uma bicicleta.

Segundo ele, o trecho de mar em que enfrentou mais desafios foi na costa brasileira, devido à imensa quantidade de tubarões. Na ocasião o iraniano teve a sua embarcação danificada devido aos ataques e precisou ser resgatado pela marinha brasileira. O contratempo não foi suficiente para impedi-lo de continuar a viagem.

Já em terra, ele fez as adaptações necessárias para transformar o barco em um quadriciclo, movido apenas a pedaladas. Foi assim que ele viajou por mais cem dias, entre Fortaleza e São Paulo. Mesmo com os desafios vencidos em alto mar, Hemmatnia salienta que as estradas foram os trechos mais perigosos pelos quais ele passou, devido à velocidade com que carros e caminhões trafegam na pista.

A motivação para tanta aventura é a busca pessoal por um mundo sem fronteiras. “Eu estou pedalando por um mundo sem fronteiras, tentando aproximar as pessoas através deste veículo divertido e contado para elas como a educação é importante, que é necessário enviar todas as crianças para a escola e que elas devem seguir seus sonhos. Esta é a ideia por trás de todo esse pedal”, informou o iraniano ao Bike é Legal.

A viagem entre o Senegal e São Paulo é apenas uma etapa desta aventura. Hemmatnia quer dar continuidade ao sonho escrevendo um livro com a sua história. Depois disso, ele já planeja uma nova viagem em seu barco-bicicleta, mas desta vez pelo Oceano Pacífico.

Clique aqui para ver a entrevista completa de Renata Falzoni.

Manifeste sua opinião

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário